EDIÇÃO IMPRESSA ATUAL - Nº 90-OUTUBRO DE 2007



Poesia
[09/05/2007- Matéria da Edição :88-julho de 2007 ]
Se...
Se cada vez que olharmos pra trás, virmos o sorriso de alguém que amamos, um sonho realizado ou um grande amigo...
Se cada vez que olharmos pra trás, virmos um quilo a menos na balança, 50 reais a mais na poupança, ou uma criança feliz que se balança...
Se cada vez que olharmos pra trás, virmos muitos e muitos sonhos, devaneios e idas ao cinema...
Se cada vez que olharmos pra trás, virmos uma regra quebrada, uma aventura não programada ou um dia sem fazer nada...
Se cada vez que olharmos pra trás, virmos um livro lido, uma surpresa ou uma viagem sem noção...
Se cada vez que olharmos pra trás, ouvirmos um toque de axé ou o timbre de um reggae...
Se cada vez que olharmos pra trás, virmos um beijo roubado, um amor inventado ou um fora bem dado...
Se cada vez que olharmos pra trás, virmos um sonho com neve ou uma paixão de leve... Se cada vez que olharmos, virmos um namoro escondido, um bolo quentinho ou uma reunião de família...
Se cada vez que olharmos pra trás, virmos uma festa-surpresa, um banho na represa ou o prato preferido na mesa...
Então, poderemos ter certeza de que fomos felizes.

Clara Fagundes (9º ano)