EDIÇÃO IMPRESSA ATUAL - Nº 90-OUTUBRO DE 2007
Arquivo
Ismar Barreto recebe homenagem em 2001



Herança rica e singular
[20/06/2006- Matéria da Edição :77 - MAIO DE 2006 ]
“Pra descobrir palavras e fazer nascer uma melodia, todo tempo é certo”. Foi o que disse o bom Ismar, respondendo a uma criança que o inquiriu. Se pensarmos que o tempo não pára, podemos vislumbrar um tempo diferente, de um incessante fazer artístico.
“Como é bom ver esta turma pequena sabendo um pouco de sua gente” – disse ele, desta vez, cercado de meninos e meninas de caderninho na mão, pedindo um autógrafo ao ilustre visitante, que, assim como a amiga Amorosa e outros nomes da nossa música, proseou um bocado, contando de sua vida, de seu trabalho.
Pois é, querido e bom Ismar, eu mesma ainda guardo comigo aquele pedaço de papel com a marca de sua presença na Nossa Escola. Uma marca antiga, feita por suas canções.
Naquele encontro, dissemos todos “muito obrigado” pela herança rica e singular. E, na entrega daquela placa, no meio do nosso forró, realizamos o desejo de, junto a nossos alunos e suas famílias, grafar palavras de reconhecimento, que, verdadeiras, não se perdem, mas se propagam ao vento.
Bom dia, Ismar Barreto.

Aglacy Mary