EDIÇÃO IMPRESSA ATUAL - Nº 90-OUTUBRO DE 2007
Divulgação
Nossa Escola no I Fórum Filatélico de Sergipe



Filatelia
[13/09/2006- Matéria da Edição :79 - agosto de 2006 ]
No dia 01 de agosto, a Nossa Escola participou do I Fórum Filatélico de Sergipe, que aconteceu no Hotel Quality, organizado pelos Correios de Sergipe em comemoração ao Dia do Selo Postal Brasileiro.
Segundo Claúdio Queiroz, chefe do Departamento de Produtos e Filatelia, No dia em que se comemora o DIA DO SELO, os Correios enfatizam opoder de circulação e alcance desse veículo de comunicação postal, que tornou a nossa história mais enriquecida e valorizada no mundo.
Os Correios, nesse dia, parabenizam os colecionadores de selos do Brasil e do mundo, por se dedicarem com amor a este magnífico “hobby”, fazendo dessas pequenas obras de arte que circulam cultura sua maior fonte de inspiração.

Você sabe o que é Filatelia?

Bom, Filatelia é a ciência que estuda a emissão de selos e que surgiu a partir da prática de colecionar selos. Estes foram criadosno século XIX, com o objetivo de comprovar o pagamento da tarifa postal, pois até o momento era efetuado pelo destinatário e este nem sempre tinha como pagar para receber a correspondência, causando dessa forma um prejuízo aos Correios. Por esse motivo, o valor cobrado pelos serviços postais passou a ser de responsabilidade do remetente, que efetuava o pagamento da carta. Nela, então, era colocado um selo e aplicado um carimbo com data e local de expedição. Surgiu, então, em 06 de maio de 1840, na Inglaterra, o primeiro selo do mundo, que se chamava Penny Blach e que trazia em sua estampa a efígie da rainha Vitória. Logo a notícia da criação se espalhou pelo mundo e, em 1º de Agosto de 1843, o Brasil lançava o selo Olho-de-boi, o segundo do mundo e o primeiro da América. O selo, que a princípio era apenas um método experimental, conquistou espaço e fincou raízes, pois, além de acabar com os prejuízos causados pela falta de pagamento, trouxe aos Correios uma nova clientela de colecionadores, que mais tarde passaram a ser chamados de Filatelistas. A importância desse pequeno papel tarifado vai além de um simples comprovante, pois seu objetivo maior é levar à sociedade informação, à cultura e ao conhecimento, contribuindo dessa forma para o enriquecimento cultural da nossa nação.
Atualmente, o Brasil é um dos países que mais investe em tecnologia para a confecção de selos a fim de atender e satisfazer as necessidades do público.
O Brasil foi o 1º país do mundo a lançar selo com legenda em braile;
O 2º país do mundo a lançar um selo holográfico;
O 1º país das Américas a lançar selo em papel reciclado e com aroma; e
O 1º país das Américas a lançar selo personalizado.
Curiosidade: A palavra Filatelista vem do grego e significa “amigo do selo”.
Dica para colecionador de selos: Nunca arranque um selo usado do envelope. Coloque-o de molho na água que ele se desprende sozinho. Pode acreditar!


por Clouse Marinho